Colégio Adventista de Salvador

Unidade - Salvador

Salvador - BA

Sobre a Escola

O Colégio Adventista de Salvador (CAS) faz parte da Rede de Escolas Adventistas, a qual compreende as Unidades Escolares, confessionais e filantrópicas, localizadas no Estado da Bahia, identificadas pelas expressões “Escola Adventista” ou “Colégio Adventista”. Destina-se a oferecer a educação básica, fundamentado no sistema educacional adventista.

 

 O CAS surgiu do ideal de alguns membros da Igreja Adventista do 7º Dia – Central, da cidade de Salvador – Bahia, quando perceberam a necessidade de uma escola que ofSecretariaerecesse aos seus filhos, além da formação educacional básica, uma formação espiritual que possibilitasse continuidade à educação familiar.

 Inaugurou-se então, em 17/07/1978, a Escola Adventista Teófilo Berger, funcionando em salas improvisadas no porão da igreja, situada no bairro do Campo da Pólvora, centro de Salvador – BA.

 

Em 1987, após a compra de um terreno de rendeiro com área de 5.245 m2, sito na Rua Frei Henrique, 21 (Ladeira do Hospital) – Bairro Nazaré, avaliado na ocasião em CZ$340.000, mudou para este endereço, onde funciona até a presente data, assumindo o nome de Colégio Adventista de Salvador.

 Teve como colaboradores e participantes ativos na sua fundação as seguintes pessoas: Profª. Edite Fontes da Silva, Pr. Luiz Antônio Costa Santana, Pr. Gustavo Pires da Silva, Pr. Abraão Dantas, Pr. Jurandir Januário dos Reis, Pr. Luiz Henrique Perestrelo e muitos anônimos colaboradores.

 Secretaria

A aula inaugural foi realizada em 28/02/1988 com um total de 843 alunos matriculados nas séries oferecidas na época, que correspondiam aos Cursos: Pré- Escolar, Fundamental, bem como a Primeira e Segunda séries do Ensino Médio.

 

Pelo CAS, como passou a ser conhecido, passaram vários diretores que durante suas gestões colaboraram de forma significativa para o crescimento estrutural, pedagógico e social do colégio. Dos anos de 1988 a 1989 a instituição esteve sob a direção da Profª. Edite Fontes da Silva, que além de ser a fundadora, criou projetos importantes para o desenvolvimento social e acompanhamento pedagógico extra-classe aos discentes. Em 1990 o Pr. Samuel Kuster atuou apenas no primeiro semestre. Apesar de ter sido uma gestão transitória, deu continuidade ao trabalho da gestão anterior, com êxito.

 

A partir do 2º semestre de 1990 até o final de 1993, a Profª. Solange Oliveira Silva, juntamente com sua equipe diretiva, Profª. Nadja, Eliane e Pr. Milton Torres organizaram toda parte pedagógica do colégio, criando seu organograma. Cuidaram também da parte legal junto ao C.E.E. e desenvolveram vários projetos pedagógicos. 

 

No período de 1994 a 1995 o Prof. Márcio Rogério Guimarães destacou-se pelo seu espírito empreendedor na área de construção e projetos arquitetônicos. Construiu a piscina semi-olímpica, quadra de esportes com cobertura e parque infantil do CAS. Criou os “Cursos Livres”, oferecendo aulas de natação, inglês, música e informatizou, parcialmente, o colégio.

 

No final do segundo semestre do ano de 1995 a 1996, o colégio foi ampliado na área estrutural com a gestão do Prof. Demóstenes Neves da Silva, que realizou a construção do prédio anexo, ampliou a Biblioteca, criou os laboratórios de ciências e informática e o Instituto Bíblico.

 

Entre 1996 e 1998 o Pr. Otoniel Tavares de Carvalho, juntamente com a vice-diretora Sara Cunha e o administrador financeiro Pr.Miquéias Meira criaram o Coral Infanto-Juvenil (alunos de 1ª à 6ª séries do Ensino Fundamental) e Coral Jovem (alunos da 7ª série do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio). Criaram também o Conservatório Musical e os cursos de línguas (Inglês e Espanhol) para alunos do Ensino Fundamental em turno oposto às aulas. Possibilitaram ainda que o laboratório de Informática fosse também utilizado como biblioteca virtual, disponibilizando o acesso à Internet.

 

O tempo foi passando e o mercado foi ficando ainda mais competitivo e a clientela mais exigente. Diante desse contexto, o colégio se engajou em um projeto denominado EduCAS, que tinha como propósito promover melhorias nas áreas estrutural e pedagógica do colégio para atender melhor sua clientela.

 

 Sob a direção do Prof. José Aparecido de Araújo Oliveira, de 1999 ao 1º semestre de 2002, esse projeto foi desenvolvido, e foram feitas significativas mudanças, destacando-se as seguintes: criação de um salão de jogos; montagem da academia como parte do projeto de ampliação das atividades de Educação Física; criação da praça de alimentação, parque e brinquedoteca para a educação Infantil; reforma de vários setores para melhor atendimento aos clientes e aquisição de recursos para melhor aproveitamento didático dos alunos. 

 

Sob a direção geral do Prof. Ivan Patrício, a partir do segundo semestre de 2002, o colégio foi beneficiado com vários projetos nas áreas estrutural, pedagógica, religiosa e social. Dentre eles destacam-se: construção de refeitório para alunos, praça de alimentação, criação da AquátiCAS, criação do stúdio MusiCAS, aquisição de materiais para melhor qualidade na segurança, criação da Home Page do CAS, estruturação do pré-vestibular por áreas afins, projetos de assistência social à Instituições carentes, implantação da reforma de saúde para um estilo de vida mais saudável de todos que fazem parte da comunidade CAS. Digno de nota também foi a brilhante inserção do ensino de música através de instrumentos musicais no currículo do Fundamental II, com a consequente formação da orquestra do CAS, composta por alunos e professores.

 

Sob a direção geral do Pastor Marcelo da Silva Torres, a partir de agosto de 2006, o CAS retomou o crescimento rumo a sua capacidade máxima, não só na educação básica, como também nos cursos livres.

 

A direção do CAS está hierarquicamente subordinada a um departamento de educação, responsável pela parte acadêmica e administrativa.  Pertencentes a uma mantenedora, que o resguarda judicialmente, denominada IANDBEAS (Instituição Adventista Nordeste Brasileira de Educação e Assistência Social), responsável por todo o Sistema Educacional Adventista no Nordeste brasileiro, com sede em Jaboatão dos Guararapes-Pe. Em Salvador o Departamento central de Educação Adventista, está localizado na Rua Arquimedes Gonçalves, 28 - Jardim Baiano – Salvador - BA. Vale salientar que o CAS, por ser uma instituição confessional e participar do programa de filantropia do Governo Federal é isento de outras inscrições Municipais e Estaduais, além das que já possui.

 

A partir de janeiro de 2012, assume a direção do colégio o Pastor Luiz Carlos Sprotte, que dá continuidade ao plano de crescimento do CAS, idealizado nas gestões anteriores. 

 

Dentre as reformulações e aquisições destes últimos anos, destacam-se: troca de aparelhos de ar-condicionado das salas de aula da Educação Infantil ao Ensino Médio e departamentos; compra de aquecedores novos para a piscina; compra da manta térmica para a piscina; mudança, reativação e reaparelhagem do Núcleo de Informática e do Laboratório de Ciências com aquisição de novos microscópios e outros equipamentos; investimento em tecnologia: tv e  dvd nas salas de infantil ao 5º ano; TV de LCD em todas as salas do 6º ano ao ensino médio, conectadas a um computador em cada sala, com acesso internet sem fio; Lousa eletrônica nas salas dos terceiros anos, com acesso à internet sem fio; parceria com a Netkids – vasto acervo de vídeos e programas educativos – acesso a banco de vídeos da TV Globo e TV Record; instalação de internet sem fio de alta velocidade (fibra ótica) – 100 MB; estruturação e aparelhagem da brinquedoteca; biblioteca regularizada e informatizada, implantação da biblioteca virtual, aquisição de 250 novos volumes, climatização da biblioteca e incremento do sistema de câmeras (circuito interno).

 Além das aquisições físicas, destaca-se a implantação do cursinho pré-vestibular extra-classe, onde os alunos são treinados para as competências interdisciplinares a serem aferidas nos concursos vestibulares e na prova do ENEM.

 

Com esse histórico o CAS é hoje o maior externato Adventista do Nordeste com cerca de 1200 alunos (com capacidade atual para 1500 alunos) matriculados da Educação Infantil ao Ensino Médio e com cerca de 500 alunos nos cursos livres.

 

 No CAS, são promovidas atividades que possibilitam ao educando seu pleno desenvolvimento nos aspectos físico, social, intelectual e espiritual, preparando-o para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho. O aluno tem a oportunidade de desfrutar de uma excelente e completa infra-estrutura em um ambiente saudável e seguro.  Por isso, a cada ano o CAS ganha prestígio e credibilidade diante de sua clientela, a qual demonstra aceitação satisfatória, vista nas matrículas a cada ano.

      

O CAS é uma instituição vinculada à Igreja Adventista, de livre iniciativa privada nos termos da Constituição Federal (CF) Brasileira, a qual atende estudantes de qualquer credo, sexo ou nacionalidade. Deve-se ressaltar, inclusive que há um número maior de alunos não adventistas. Isso parece indicar uma demonstração da boa aceitação da sociedade civil em relação ao trabalho pedagógico que o colégio realiza. Deve-se lembrar também que há outras unidades escolares da rede adventista que atendem a comunidade eclesiástica.